!NSPIRAÇÃO:FEVEREIRO



Não haverá mascará mais curiosa, do que aquela que inventamos para nós próprios. Ao sair à rua repetidamente incapazes de expressar livremente emoções, com receio que estas aos outros suscitem erróneas interpretações. Não sei ao certo até que ponto prefiro investir em objetos do que em pessoas. Se ao menos pudesse organizar mentalmente as pessoas, tal como organizo os meus pertences. Existe ainda essa subcutânea vulnerabilidade virada para fora, mas que me atraiçoa mais por dentro, porque se transforma em inadaptabilidade, impotência face à interação social. Por cada desaire amistoso, um novo objeto caprichoso.

TOUS LES JOURS

Pela sexta vez em Paris, e continuo sem saber o que é sair à noite na cidade da luz. Há uma primeira vez para tudo, e nesta viagem também foi a minha primeira no Louvre a vislumbrar a Mona Lisa. Aliar uma viagem familiar à semana da moda masculina, é quase como querer juntar realidades diferentes num mesmo espaço e tempo. Pude assistir ao desfile menos mediático do calendário, num local majestoso e inspirador, a Maison des Océans; as roupas, uma subversão do vestuário utilitário, como tudo que visto, tende a ser abstrato e conceptual, para mim foi uma agradável surpresa. Juntar isso a uma feira de moda, na companhia de uma rapariga japonesa muito simpática, fez-me suportar melhor o frio da capital francesa, desfrutando dos seus encantos, mesmo com alguns contratempos, como ter de ir levantar convites ao hotel da reserva cancelada, e um deles ser para um desfile no dia anterior à minha chegada a Paris. De achados vintage ao mercado de mobiliário das pulgas, a marcas de roupa checas, que nunca tinha ouvido falar antes. Paris é o melhor lugar, para o olhar poder viajar.

RULES TO PARIS FASHION WEEK


1. Testar o look num vidro espelhado.
Test the look on a mirrored glass.


2. Confiar nos teus pares.
Trust your peers.


3. Provocar casualmente um efeito espelho.
Casually provoke a mirror effect.


4. Em suma, vestir para impressionar.
Overall, dress to impress.

Calças DAVID CATALÁN Casaco/Gola ZARA Colete ALESSANDRO DELL'ACQUA Mochila EASTPACK X COURRÈGES Sapatos MAISON MARTIN MARGIELA POUR H&M

TURKISH DELIGHT

Uma toalha de banho, uma capa de almofada, vários pacotes de doces turcos, tudo isso mais alguns bilhetes de museus, não são de todo o suficiente para ilustrar por completo a experiência da minha última viagem a Istambul na Turquia. Um jantar de ano novo com uma vista panorâmica deslumbrante de 360º sobre a cidade, uma ementa digna de deleite, cinco dias surpreendentes com um pé no passado e outro a dois passos do futuro numa cidade enorme, ampla virada para o Bósforo, entre a Europa e a Ásia, com o seu quê de estratégico e ancestral, foco nevrálgico de comunidades árabes, bem como de trocas comerciais intensas. Rituais de relaxe como o famoso banho turco que também pude experimentar, controlos de segurança apertados em praticamente todos os locais públicos, música exótica ou uma dança delirante e transcendental. Tudo fabricado à mão. Obriga-me somente a erguer o polegar.