BALLET MECÁNICO


Este icónico filme "avant-garde" de Fernand Leger é sem dúvida uma encruzilhada entre o clássico o moderno, o desconcerto e a harmonia na maquinaria.
Um fruto de inspiração sem caroço, um reboliço extremo, entre os olhares sedutores duma mulher e as formas geométricas. O revivalismo das vanguardas dos anos 20, que revolucionaram a arte, o cinema e a literatura.

Sem comentários:

Enviar um comentário