PORQUÊ OS ACESSÓRIOS?

CHRIS&TIBOR Saco H&M Chapéu/Pregadeira LEVI'S Calças PULL & BERAR Colete SEM MARCA Luvas Sem Dedos


A maioria das marcas de moda, e dos designers de topo, optam por sintetizar as suas colecções em desfiles e ad-campaigns onde capturam os looks chave de cada temporada.
Podemos repescar algumas peças semelhantes em marcas low-cost, como a ZARA ou H&M mas nunca teremos o look ideal como aparece nos anúncios publicitários ou nos outdoors.

Além disso normalmente todas as marcas andam de mãos dadas, entre aspas, visto que ambas idolatram e exaltam tendências semelhantes ou as mesmas tendências.
Logo é provável que encontremos com muita facilidade peças parecidas às marcas que ditam a moda. Um exemplo prático foram os blazers com tachas de estilo militar impostos pela francesa Balmain ao Mundo inteiro.

Cópias muito semelhantes desses blazers se multiplicam em diversas marcas low-cost a preços bastante atractivos ao contrário do verdadeiro que custa mais de €1000.
Ora, pode-se concluir que mudando as tendências, essas peças perdem a sua utilidade, e são postas á parte nos nossos armários.

Nunca poderemos recriar um conjunto igual a dada fotografia duma campanha publicitária, uma vez que dificilmente arranjaremos esses produtos á venda, visto serem artigos de imagem, só algumas lojas os possuem, os nossos corpos não são de todo tão bonitos como os dos manequins, nem temos maquilhadores profissionais em casa para nos dar aquele toque final. Logo é uma indubitável perda de tempo.

Tudo bem, pode-se seguir as tendências mas não andar com tudo do mesmo designer, a não ser que se tenha coragem e um armário suficientemente grande para ir podendo variar.
As peças caras de marca, são extravagantes e arrojadas, a maior parte dos demais não iria saber interpretar a vossa indumentária, rotulavam-vos de palhaços.

Por essas e por outras, eu opto por um estilo próprio, misturando várias tendências e estilos, adquiro peças chave para cada estação e exploro a minha imaginação.
Privilegio os acessórios como malas, sapatos, luvas, lenços, cachecóis, gorros/chapéus; pois quer queiramos quer não eles nunca saem de moda, podem ter novos detalhes consoante a roda da moda, mas serão sempre úteis e fáceis de conjugar com as mais variadas peças.

Daí eu ter comprado um mala cara, pois sei que ela ser-me-á útil, uma vez que é neutra dá para conjugar e usar no Inverno e no Verão, e vai continuar na moda por muito tempo, ao contrário do badalado blazer de tachas Balmain, que logo, logo cairá no esquecimento.

Sem comentários:

Enviar um comentário