GIVENCHY PRIMAVERA/VERÃO 2011

À primeira vista, parecia, ser uma genial confusão, após rever uma e outra vez, cheguei à conclusão que foi uma colecção arrojada, não só pelas esquisitas máscaras que alguns manequins envergavam, como também pelos excessivos padrões-tigre, não apenas nos sapatos, mas em looks totais. Não sou o maior fã de "animal-prints" mas, devo reconhecer que alguns looks conjugados com outras peças neutras, até podem resultar bem.


























O pormenor grotesco dos colares de vértebras veio acentuar, a obscuridade desta colecção, lembra-me um estranho ritual duma tribo/seita urbana, dentro dumas quaisquer catacumbas parisienses. 
Resta-me uma pitada de curiosidade face ao desfile Dior Homme, esperar para ver o que o Senhor Kris Van Assche irá apresentar!

1 comentário:

  1. Gostei de algumas coisas mas não me convenceu totalmente.

    ResponderEliminar