MÉLANCOLIE À PARIS...

3.1 Phillip Lim
Ann Demeulemeester
Henrik Vibskov
Juun J.

Expectativas demasiado elevadas, colecções mal interpretadas, esta temporada Paris, não surpreendeu, ou foi Milão, que tomou as rédeas, nesta estação...Foi me muito difícil, achar uma colecção que me fascinasse de verdade, como a de Prada, em Milão, de modo que seleccionei quatro, das quais, apenas envergaria algumas peças...
OU o facto de ter acabado de ler um livro intitulado "A invenção da Moda", tornou-me exigente, ao ponto de ter interiorizado a máxima, de que a moda "é algo tão feio que tem de ser mudado de seis em seis meses." Pois bem, o próximo dicionário da Moda, não traz grandes novidades, nem nada de surpreendente, ao contrário do previsto, Paris, mostrou um cardápio de looks, mais noir, e menos coloridos que os apresentados em Milão. Salvo alguns apontamentos, de cor, vermelho, laranja, amarelo, ou um outro tom em azul...Tudo se pintou de preto, cinza ou branco. A meu ver a tónica de Paris, encontra-se nas proporções exageradas de Juun J.; nos looks conturbados de Henrik Vibskov; nas luvas e nos detalhes esvoaçantes de Ann Demeulemeester; e na subtileza de 3.1 Phillip Lim, ao apresentar aquele look com uma sweat em amarelo mostarda, usada com luvas.
Resta-me esperar novidades, trashy e messy, directamente importadas da London Fashion Week. E claro estar atento, às propostas dos criadores nacionais, em Março, na Moda Lisboa e no Portugal Fashion!

2 comentários:

  1. É, a Semana da Moda em Paris não foi grande coisa. :/ Mas tal como tu, tive favoritos. Gostei muito, como sabes, da colecção de Henrik Vibskov. Aqueles óculos... *.*

    ResponderEliminar