PORTUGAL FASHION:START UP

E é isso mesmo, está prestes a começar mais uma edição do Portugal Fashion, durante quatro dias o edifício da Alfândega do Porto, acolherá as propostas dos principais criadores de moda nacionais, albergando no espaço Bloom as propostas mais vanguardistas dos jovens criadores...
O LIFE IS A DRUG SUCK IT! estará presente, e como não poderia deixar de ser, trará resumos diários dos desfiles, street style, ambientes...

Vem aí o segundo dia e sim, a verdadeira correria, mas nada que com uma camisola poderosa não se consiga suportar...
Mais um dia de sobe e desce escadas, correrias entre os desfiles principais e os do Espaço Bloom, sem dúvida, três das melhores propostas, foram apresentadas neste espaço emergente e vanguardista. Refiro-me à colecção da ESAD, por exemplo, ao meu devoto Hugo Costa, que fez renascer uma nova religião, e uma nova (minha eterna) perdição; ou Susana de seu nome Bettencourt que se extrapolou e intrigou-me com os seus prints estranhos e os seus colares dourados suspensos nos pescoços das manequins.
[Sem qualquer tipo de gesto ofensivo, não reportei TM Colection porque fiquei entediado e achei o desfile, o vídeo e tudo muito enfadonho, abandonei a sala e fui para o espaço bloom onde iria posteriormente decorrer a sacra apresentação esfumada de Hugo Costa.]
Amanhã há mais e uma coisa é certa, a apoteose aproxima-se, e o fim deste lascivo evento fashion, também, culmina numa festa, que não vou mesmo querer perder…

A verdade é só uma, o Bloom tem dado cartas, lançando dados e convidar-me a interpelar e a conhecer novos designers, por um intrigante casaco transparente...a p e n a s! e por intermédio duma mescla de novas sinergias emergentes...
O Goucha ou o Felipe Oliveira Baptista, nos bastidores, conversas lascivas e por vezes produtivas sobre modas e devaneios assumidamente a elas ligados, descidas e subidas, consigo dizer que assisti a tudo excepto ao desfile que a designer me implorou a assistir por e-mail!(ahah)
Curto e directo, as melhores colecções foram as de Modatex, Pedro Jorge e Daniela Barros. Há que salvaguardar ainda Andreia Oliveira e Luciana Teixeira e para continuar a rimar os pequenos reguilas em Miguel Vieira a desfilar.
Dominical final, é o que me aguarda amanhã, os quatro derradeiros momentos de insulina fashion, e de sugadelas despretensiosas e adúlteras da minha parte...

Um dia pequeno, temperado por uma tempestade, que me levou a dar as boas vindas ao Outono usando um trench coat com muita vaidade...
Industry e Shoes, banais, mais ou menos o que já imaginava. O Porto Fashion Show, foi inovador, é uma interessante (plata)forma de divulgação dos novos nomes da moda europeia, em formato de concurso, e colecções cápsula, pareceram fazer jus ao conceito, e premiaram a portuguesa Joana Lima, com dois mil euros e a mais quatro concorrentes dos restantes países envolvidos.
Eu sou um absorvedor de novidades nato, e como tal nunca fico indiferente ao design experimental, e ao lado avant-garde e mais conceptual da moda.
Carlos Gil, apresentou alguns vestidos esvoaçantes de cerimónia, que assentavam na perfeição em algumas figuras públicas, e note-se amei ver a Fiona a desfilar uma vez mais.

A moda é uma coisa tão mas tão feia, que tem de ser renovada de seis em seis meses, tudo é efémero, tudo se perde, lá fora chove, e dá-me vontade de ter um casaco assim e um guarda chuva transparente, para manter alma quente e deixar a transbordar a mente...

2 comentários:

  1. thanks for following my blog & thanks for that comment you left on my blog .
    I follow your blog now.
    and stay tuned for more style (HAVE A NICE & BLESS DAY )

    ResponderEliminar
  2. Ahhh mal posso esperar para no próximo ano poder estar ao teu lado e divertir-me quanto tu! ;)

    http://oli-worlds.blogspot.com/

    ResponderEliminar