FLUORESCENTE POESIA RESPIRATÓRIA

Gelatinosas dimensões de cinestésicas miscelâneas profusões, tudo isto para soltar as flatulências criativas que andam à deriva no meu intestino sugador…
Compressor de fantasias surreais, profeta tendencial, manejador da palavra e do armário infernal, a plastificação visceral, de um sujeito aberrante, que não suporta ser normal!

4 comentários:

Helena Branquinho disse...

Uau! Ficou o máximo!

http://hiimab.blogspot.com

tissue sample disse...

Que mistura excêntrica e fascinante!
Loved it!

xx

http://atissuesample.blogspot.com/

Anónimo disse...

O casaco é feito em que material?

Sofia Carvalho disse...

Estavas mesmo diferente, uau, afinal já seguia e nem tinha reparado.
Desculpa, mas sou mesmo assim. distraída. Ofuscas-te-me com a tua beleza e depois dá nisto. lol

beijinho