BON IVER CAVE

Poderia perfeitamente ter sido um concerto para sobreviver a mais um bom inverno gutural. Não fossem os flashes e os corpos suados a rebentar pelas costuras num coliseu mais lotado que o habitual. Os jogos de luzes abismais e um tremido arrepio na espinha quando ecoou pela primeira vez a voz do senhor Justin em palco, o delírio agressivo, e a lágrima sustida, nos interlúdios melancólicos e adoráveis que a banda propiciava e a assistência se contagiava. Feixes luminosos cintilantes intermitentes jorrados durante os solos das baterias e claro oscilando esquematicamente na mescla sonora precipitada pela banda. Euforia ancestral extravasada com instrumentos modernos incandescentes. Na primeira fila alguém atira "Agora é a Skinny Love!" e num instante cerrei os olhos e aterrei numa gruta fria de tão quente extasiei embalado pelos reflexos e pela cavernosa entristecida melodia.

1 comentário:

  1. INCRIVEL o teu Blogue!
    Imagens super criativas!
    Gostei imenso!
    :)






    www.pulsacoesplanetarias.blogspot.com
    www.pulsacoesplanetarias.blogspot.com

    ResponderEliminar