WHEN IT RAINS

Calças PRIMARK|Camisola ZARA|Capa CHINESES

A famosa capa transparente impermeável, que usei durante o mês de Abril, para colmatar os húmidos danos causados pela grande intensidade de precipitação (a par do não menos conhecido guarda chuva transparente). Isto tudo para me despedir destas águas mil e dizer um tímido olá ao que se aproxima...
Eventos múltiplos tenho sugado como a Newcomers week na Exponor que até fiz um vídeo e nem sei como ainda não me cansei, hoje há Flea Market especial, no Palácio de Cristal, vemos-nos por lá, ou noutra rua qualquer da Invicta!

CRENÇAS DO ACROBACTIC


O tema para a 8ª edição do AcrobActic, para quem não sabe, um Concurso Internacional de Design de Moda, que visa promover os designers emergentes com uma mostra pública das suas coleções, foi precisamente, CrenÇas.
E de facto é o que todos nós depositamos nesses novos talentos, desejamos que espelhem a sua dedicação pelo seu trabalho laborioso e extravasem os limites da criatividade, numa indústria em constante evolução, só se destacará, quem romper com os contornos pré estabelecidos e gerar algo inovador, consistente e surpreendente.
O saldo, em suma, foi positivo, salvo alguma (talvez excessiva) má distribuição dos prémios, centrados numa mesma concorrente, que não retirando mérito pela sua destreza manual, tinha bons adversários à altura. Imaginar que este e outros concursos do género já serviram de rampa de lançamento a nomes como: V!TOR, Hugo Costa, Miguel Flor ou Andreia Lexim, dá que pensar!? Anseio voltar lá para o ano, já que é uma excelente forma de antever o futuro da moda portuguesa, e o sangue novo que bombeará, nas veias das gerações vindouras. Importa ainda elogiar a fantástica banda nacional de pop experimental, Sensible Soccers, que animaram o certame com umas melodiosas descargas psicadélicas! Disponibilizarei posteriormente o vídeo completo do desfile.
Melhor Colecção/Melhor Coordenado Feminino: ANTHER | CATARINA FERREIRA
Melhor Coordenado Masculino: SECOND LIFE | CAROLINA PEREIRA E SARA COE

AGAINST MINT PREDICTIONS

Calças ZARA|Camisa LEILÕES.NET|Camisola BENETTON|Sandálias HUGO COSTA|Óculos RAY-BAN

No hábito doentio que sempre tenho de remar contra a maré, onde chove e enquanto me dói o pé, dou, dei um sopro de frescura no armário no qual puderam entrar peças que o adornaram com motivos florais e tons leves, aliados quase sempre aos fiéis amigos:preto e cinza. [Numa súmula muito breve, tenho ido e vindo em leituras surrealistas, e a literatura têm me ocupado o bastante, mas proximamente tudo irá amainar, e um evento interessante irei cobrir, para atribular o estagnado mundo da moda, dos últimos meses.]

BRANCO COMO A NEVE

Brancura apontada como um negligente tendencial de espectros puros que irão mais tarde guarnecer o armário invernal. Uma sobriedade que se escapa e transcende numa delicadeza que é capaz de atingir pólos antagónicos de beleza e agudeza divinal. Tentações surpreendentes esbranquiçadas provenientes de nomes como: J.W. Anderson, Damir Doma, Dior Homme, 3.1 Phillip Lim, Maison Martin Margiela ou Ann Demeulesmeester.

CAMISA HAVAIANA DO VÔVÔ

A Miuccia Prada deu aquele toque hipster que faltava à palavra "foleiro", introduzindo-a na gíria fashion; e uma vez que esta pode ser facilmente encontrada no gavetão do armário das roupas de verão do vôvô Anacleto, tornou-se num ápice o mote para toda uma exótica, retro e mirabolante viagem no tempo, devassados os armários, vai uma corrida até à próxima onda do Verão?

YELLOWISH POSSESSION

Calças ZARA|Cardigan HE BY MANGO|Camisa/Sandálias H&M|Gorro LACOSTE|Meias PULL&BEAR

Exacerbando as chagas adúlteras de um corpo franzino ao redor das ceifas, dançando em frente a uma palmeira, picante, com uma cruz a profanar todo o ritual exorcista, hábitos dogmáticos, sementes colhidas da real possessão. Eis que então surge o gorro fluorescente para tapar e com um crocodilo a resguardar a minha (possuída) profanada mente. 

MUSEUS HÁ MUITOS

I Hope I die SoonWilliam Richard Green

Como antevejo que facilmente me irei cansar do excesso de cores e padrões berrantes, perco-me numa pesquisa e saco lookbooks de três coleções para o verão de 2012 bem distintas e distantes; contudo todas elas têm em comum o cenário tratando-se de um museu. Imaginei ser estático e inerte (como muitas vezes sou sem querer) e perguntei-me o que faria no lugar dum quadro ou duma escultura diariamente rodeados de flashes, tratando turistas por tu (mesmo que seja apenas "mentalmente") e aí acordei, esqueci esse meu intrigante delírio, e lembrei-me de partilhar esses três looks que não me importaria nada de usar.

FLEA MARKET:VIANA

 Calças BENETTON|Camisola ROSA CHOQUE|Cardigan VINTAGE|Clutch ANTONIO MIRO|Sapatos MIGUEL FLOR FOR EUREKA

Depois de variadas edições no Porto, o Flea Market chegou ao Minho, trazendo uma brisa de ar fresco e jovem à cidade de Viana do Castelo. Um bom pretexto para calçar uns sapatos e sair de casa. Estilos minhotos saíram à rua e me surpreenderam pela positiva, ficam alguns registos fotográficos do evento capturados por mim...

QUADRADINHOS COLORIDOS

Quando olhei para esta bolsa necessaire com os quadradinhos em tons garridos do designer Antonio Miro desejei logo tê-la. Não só pelo preço apelativo, uma vez que a encomendei através do LEILÕES.NET, como também por me ter feito lembrar um pouco os acessórios que o Pelayo desenhou para a coleção Verão 2012 de Davidelfin e que já tinha feito referência aqui. Tudo isto para rematar dizendo que o meu apreço por este tipo de compras e de sites, a preços por norma convidativos tem crescido de dia para dia. Anseio usá-la como clutch, brevemente.
P.s.: Podem ler a minha entrevista nos mundos do Tiago de Oliveira aqui.

MATÉRIA QUASE MORTE


Quando me referia a flash publications no post anterior estaria longe de imaginar que as minhas investidas gerassem tamanha poluição visual. Matéria quase morta, foi o nome generalista que encontrei para os detritos que ardiam numa fogueira que pude capturar, as montagens geradas, evocam uma ressuscitação prematura e contra natura ao estado evasivo e efémero de todas as coisas...

CL!CHÉS:ABRIL

Estes primeiros dias de férias têm sido muito fruitivos em termos criativos e lucrativos, algumas compras e sobretudo várias sessões fotográficas com a webcam, que parece ser um meio mais eficiente e rápido de partilhar aquilo que quero sem ter de recorrer a métodos que implicam sucessivas movimentações e extravio de cartões SD entre outras coisas que tais. Apenas posiciono a câmara no devido local, capturo, edito e publico, tudo quase instantâneo, muito mais prático, em suma. Pelo que espero que não se cansem das minhas flash publications, com fotos a la minute.
Desta vez foi apenas para mostrar mais um projeto DIY que levei a cabo partindo dos restos de umas calças de ganga que viraram calções, simplesmente recortei e dispus colando-os na parte superior duma t-shirt preta, que desta feita já não está tão básica como era antes, visto que os detalhes em ganga concebem-lhe um ar artsy trash.
Tenho adquirido alguns acessórios e complementos para próxima estação e até para o próximo Inverno (vejam lá o quanto eu sou avançado!) e surpreendentemente tenho tido sorte com os verdadeiros achados do costume, a cada compra que faço, cada vez me convenço mais de que eu é que deveria ajudar terceiros a enfrentar a crise comprando produtos de qualidade a preços absurdamente ridículos. Tenho dito.
Algum dos estimados sugadores fará a mais pequena ideia do que estará dentro desses dois pequenos sacos!? Atirem palpites!

!NSPIRAÇÃO:ABRIL

Abril é o quarto mês do calendário gregoriano, o seu nome deriva do Latim Aprilis, que significa abrir, numa apologia à germinação das culturas. E sabiam que é o único mês do calendário que não termina com a letra "o"!? Pois bem, para Abril tendo já desvendado e plantado as sementes perfeitas resta assistir ao seu crescimento e esperar que estas rebentem e floresçam! Dos pixeis coloridos aos padrões florais singelos, combinados com vibrantes blocos de cor, as temperaturas aumentam demolhadas por chuvas torrenciais, muitos já saem à rua com travos estivais, outros bocejam ao som da brisa criativa que os domina como seres individuais...