CHARCO

Calças de pijama brancas, com uma bainha a fazer lembrar os azulejos de Versace, um charco alagado, lama nojenta, camisa rasgada, haverá produção mais obscura e ousada? Adoro o sítio onde vivo, nunca me canso de vaguear pelos trilhos incertos, e de pensar que é na natureza onde tudo começa e é nela onde tudo acaba...

1 comentário: