BOTAS FACAS E BATATAS

Hot Chip

Para lá dos açaimes que certas criaturas que intentavam fazer "crowd surfing" sucessivas vezes, sem sucesso, necessitavam, o público pareceu-me bem sintonizado com a magia psicadélica que este dia 15 de Agosto, do Vodafone Paredes de Coura, nitidamente exigia. Nem todos os espíritos estavam convictos do que se sucederia, e deduzo que por menor que fosse a expectativa e o desconhecimento, terá sido o momento épico do festival, essa performance bizarra dos suecos The Knife, que atropelou, descolou (chegando até a afastar pessoas do recinto) e abanou literalmente com os corpos que aguardavam /ou nem tanto/ ansiosamente essa aparição misteriosa. Encoberto de sorte, pude eu assistir a todos os concertos do palco secundário Vodafone FM com particular destaque para os Widowspeak que apresentaram um rock melódico dulcificado pelos vocais de ninfa da vocalista. E claro, a minha companhia matinal no autocarro, "Stuck On Repeat", "New In Town" a loiraça Little Boots, que achincalhou bem as vedetas que tal como eu, que estive na primeira fila, não se coibiram de dançar ao som electrizante disco retro berrante que a garota explora com apoio de um teclado e bateria. Sem não esquecer o "One Life Stand" dos Hot Chip que deliciou muita gente, mas em termos de concerto, não considerei ter sido um dos melhores da noite. No final gritos, histeria, cumprimentos, vómitos, e nevoeiro matinal para rimar ritmicamente com toda esta não habitual experiência...


 Widowspeak
Toy
Little Boots
 The Knife

Sem comentários:

Enviar um comentário