CHOOSE

Poderiam até ter sido as malhas especiais das camisolas de gola alta, super tórridas para enfrentar o frio de um Inverno soviético, ou os gráficos quadrangulares que exaltavam "london trash" e "camden town" num corridinho no Portugal Fashion. Foi tudo isso, mais a simplicidade e a simpatia da Mafalda, que após o meu convite ousado no facebook, revelando uma certa curiosidade em visualizar de novo o seu trabalho, para poder desse modo tocar nas peças, e sentir a qualidade dos tecidos, bem como o capricho dos acabamentos. Forros, cortes a laser, colaborações internacionais, e o preâmbulo de um Verão 2014, mais gráfico e não tão somente cingido "ao preto", "vou-me esforçar nesse sentido" afirmou, assume sem rodeios o sonho de voar mais alto, explicando também que a vontade de produzir menswear surgiu naturalmente. E ainda bem que assim foi. Para lá do estereótipo de uniforme de esquadrão guna com um travo punk, a estética de Mafalda Fonseca, acrescenta ao vestuário masculino, uma rigidez polida, delicada nos detalhes dos acabamentos, tão apreciados pelos clientes internacionais que compram as suas peças através da Wrong Weather, e que nem sempre cabem em sample sizes. Num registo mais experimental, não negando essa vertente, quis que eu experimentasse, umas calças protótipo que não apareceram no desfile para este Inverno, eu não só as experimentei, como as reservei. Já soa comum a minha tara por calças de kung fu, com umas linhas depuradas a la Céline.


[Imagens do desfile View Fashion Book]

Sem comentários:

Enviar um comentário