S, M, L, XL








Os vencedores do prémio na categoria Produto do concurso FABPRINT, KLAR, no lounge.


 Dino Alves fotografando um dos seus coordenados na exposição "Joana Vasconcelos vestida por...".

Malaguetas no teto, na exposição "Spices are a girl's best friend".

XS

Depois de alguns imprevistos, viagem longa, trocas de comboios cheguei a Santo Tirso, antes da hora marcada, e fui aquele que deve ter sido o primeiro evento oficial de moda da rentrée, (sem menosprezar o VFNO). O espaço que desconhecia por completo, estava muito bem arranjado, parecia-me o hot spot perfeito para um evento de moda, as exposições bem conseguidas, os atrasos indevidos, os focos de luz apontados, e a fraca luminosidade ainda assim, tornaram o trabalho ingrato de um repórter precário q.b. Quanto aos coordenados destaco os de Rita Gilma e os da Elsa Peixoto, por exemplo. Outros ou eram muito feios, ou sem graça, inspirados não tão delicadamente noutras criações de designers conhecidos. Luís de Sousa também ganhou um prémio FABPRINT, os coordenados que fez desfilar, eram coesos, austeros, e à vista desarmada com bons acabamentos. Para além da orquestra e da banda We Trust, que fizeram transbordar o recinto (a certa altura perdi a noção se era um mero concerto ou um desfile de moda) as exposições, em particular a do famoso vestido com flores da Catarina Ferreira, foram as salvações da noite, que só não foi tão má porque ainda cheguei a tempo dos canapés. Incubadora, mas nem tanto, as manequins pareciam robóticas, e eram muito rápidas, deviam ficar estáticas em frente ao público durante mais alguns segundos. Clicava no botão para fotografar, e elas já não estavam lá. Aparece e logo desaparece, e assim descobri o meu novo mote de vida...

Sem comentários:

Enviar um comentário