!NSPIRAÇÃO:MARÇO


Paris será sempre a morada de sonho para os escaparates...

Tendendo à tensão inerente ao acto de repentinamente ser despertado de um lindo sonho /meio acordado/ entre a alma  criativa e a rotina da escrita de poesia. O horizonte é sempre o mesmo, abrindo diariamente de um modo diferente, e com pétalas que se estendem ao plástico, aos alces e a criaturas que envergam tops transparentes que se colam ao corpo num ritmo melódico parecido ao de um banjo. Nesse estatelar de sonhos no acontecido, se projectam ideias lúcidas e efémeras de um limbo que se avizinha "por construir", folhas caídas, periferias celestiais, nem fadas ou ondinas, fanáticas açucenas tristes à margem das aureolas crepusculares, que se neutralizam de dia, para resplandecer infinitamente à noite. Finda a divagação, batam as asas e abanem-se ideias novas, também nas semanas da moda em território nacional, que estão a um luz-que-fosque de distância. 

Imagens via NowFashion

Sem comentários:

Enviar um comentário