!NSPIRAÇÃO:ABRIL


Quero aprender a respeitar as diferenças dos outros. Quero dissimular menos e encontrar o meio termo entre o exagero de estilhaços e a minha personalidade obtusa. Difusa meditação num dia tão bem agoirado como este. Podia ser mentira mas é a mais pura das verdades. Quero arrumar o armário e deitar fora o que já não visto. Abril é tempo de expiação. De limpeza e expurgação. Retirar o que já não faz sentido e destapar o que estava escondido. Ler e descurar o tédio aborrecido, encher o quarto de plantas correr ao ar livre. Aproveitar a chuva do dia para me molhar à noite. Ancorar os sonhos no precipício da realidade nefasta. E zarpar, não daqui para fora, mas para algum lugar...

Sem comentários:

Enviar um comentário