EVENING IN SPACE


Existem alguns seres que não se revêem inteiramente na espécie humana. Eu faço parte deles tal como Daphne Guinness. No seu mais recente vídeo com o selo da SHOWstudio dirigido por David LaChapelle para a música "Evening in Space" que constará no seu primeiro álbum a ser lançado em Setembro é bem evidente "esse pertencer a uma espécie inexistente" que se exprime no limiar do cósmico e extraterrestre, ou seja na fronteira do inhumano. Não é o simples futurismo é algo que transcende os avatares de uma identidade contida no visceral da realidade da sociedade, para se revelar inventiva e extremamente criativa na esfera da intimidade. As roupas são o eco dessa superação da convenção. Uma sonata no espaço, um copular outro, fendas que se abrem na nossa zona de conforto. Um ritual de passagem para uma outra dimensão em vias de ser descoberta...

Sem comentários:

Enviar um comentário