NEURAL FLORAL

Firmamentos como espelhos. Neuroses forçadas descompactadas no ápice de um clique. Flores como nódulos de pensamentos que murcham sem chegar a um eventual congestionamento. De pétalas como dias a fio percorridos pelo sufoco insecticida da rotina. Não haverá viva alma que reduza a seiva ao sabor do vento, as dores de cabeça pelo café de quarenta cêntimos. Ou a queda pelo fracasso da dormida. Aí sempre nos quedamos no limiar da sucessiva tentativa.

Sem comentários:

Enviar um comentário