PRETTY MUCH EVERYTHING



Ainda não tive tempo suficiente para folhear criteriosamente este pesado volume de fotografia de moda, pela dupla mais sonante da atualidade nesse domínio. Aproveitando como sempre os saldos da TASCHEN adquiri este livro que já estava debaixo de olho desde a sua data de lançamento, e acho que é o mais bonito livro de moda que adquiri até hoje. Aliás já não adquiria um desde 2013 creio. O último penso ter sido um com o selo da Fantastic Man sobre perfect fit-shirts comprado numa livraria em Amesterdão. O seu olhar cru, grotesco, sensualista sem ser vulgar, têtrico sem soar terrorífico faz-me viajar num filme sado lírico trans histórico, desde os primórdios até às contribuições mais recentes destes dois poderosos artistas que captam instantes dignos dos mais selvagens e primários instintos. E essa é apenas a essência da moda, um soberbo declinar de momentos, em que as roupas eventualmente cristalizam essa fugacidade do tempo que não tem como parar, apenas certas fotografias servem como modo de nos transformar, deter e com arrepios nos travar.

Sem comentários:

Enviar um comentário