SAND OF DELIGHT


Verão que vai fugindo pelas frinchas, escapando nos grãos de areia empurrados pelo vento.
Que corrói as folhas trémulas do temperamento. Sucumbe-se de sol em sol, o mar lá longe.
E nessa pressa, a vida torna-se lentamente mais leve e sedutora pelas pequenas coisas.

Sem comentários:

Enviar um comentário