TOUS LES JOURS

Pela sexta vez em Paris, e continuo sem saber o que é sair à noite na cidade da luz. Há uma primeira vez para tudo, e nesta viagem também foi a minha primeira no Louvre a vislumbrar a Mona Lisa. Aliar uma viagem familiar à semana da moda masculina, é quase como querer juntar realidades diferentes num mesmo espaço e tempo. Pude assistir ao desfile menos mediático do calendário, num local majestoso e inspirador, a Maison des Océans; as roupas, uma subversão do vestuário utilitário, como tudo que visto, tende a ser abstrato e conceptual, para mim foi uma agradável surpresa. Juntar isso a uma feira de moda, na companhia de uma rapariga japonesa muito simpática, fez-me suportar melhor o frio da capital francesa, desfrutando dos seus encantos, mesmo com alguns contratempos, como ter de ir levantar convites ao hotel da reserva cancelada, e um deles ser para um desfile no dia anterior à minha chegada a Paris. De achados vintage ao mercado de mobiliário das pulgas, a marcas de roupa checas, que nunca tinha ouvido falar antes. Paris é o melhor lugar, para o olhar poder viajar.

1 comentário:

  1. O seu post me fez viajar a alma para Paris. Texto lindo e inspirador, a forma como Paris trouxe um toque de encanto ao texto, com sua autenticidade, estilo e surpresas!

    ResponderEliminar