AMBIGUITY




Pato-logicamente viciado em roupas e poses demasiado forçadas, movimentos ritmados, e paisagens escarpadas. Isto é apenas mais um grito de fuga que urge reprimir. Ou condensar para lá das muralhas do convencional. Nada me inspira mais que o banal, a trivialidade de uns calções pretos, a ambiguidade causada numa ilusão de silhueta. Mexo-me e guardo a mesma ideia na gaveta, afundar no abismo...tão subtil como dar uma pirueta.

Sem comentários:

Enviar um comentário